<BODY>

<BODY><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><div id="b-sms" class="b-mobile"><a href="sms:?body=Hi%2C%20check%20out%20Mem%C3%B3rias%20ao%20curry%21%20at%20memoriasaocurry.tripod.com%2F">Send As SMS</a></div><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="memoriasaocurry.tripod.com/" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='memoriasaocurry.tripod.com/'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/1/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>
SOBRE MIM

A Dona das Memórias
Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando, e como voce me vê Passar!

Curitiba-Pr
Administradora de Empresas
Geminiana com ascendente em Aquário

EU x EU
METAS 2006

Quarta-feira, Maio 31, 2006



Você está certa Cláudia
são joaninhas, milhares de joaninhas
Elas quase não me deixaram dormir
fiquei com o corpo todo formigando e me senti completamente feliz!
Não há nada de errado em construir trilhos onde ainda não há trens,
os trens virão.


Postado por Eu mesma às 2:20 PM

Sexta-feira, Maio 26, 2006


Nos últimos meses eu fui acusada, me apontaram os erros na cara e os pontos de vista diferente. Já paguei o preço, e foi bem caro, mas não vou mais pagar com a minha vida, que escolham outra unidade monetária.
Assumo meus erros de cara limpa, sem máscara, luvas ou dissimulações, foram meus erros que fizeram de mim a pessoa que sou hoje e tenho muito orgulho disso. Apenas duas impressões da minha vida, que eu gostaria de editar, no final me deram um saldo positivo e imensurável, e hoje, de madrugada, eu acordei sentindo que as coisas finalmente estavam em seu lugar e tive necessidade de deixar registrado, como um dia memorável, o dia em que acordei as 3h15 da manhã e tudo fazia sentido.



Eu e o amor, conclusões de uma vida inteira em uma madrugada de sexta feira

Minhas primeiras impressões a respeito do amor estavam ligadas aos neurotransmissores. Eu não amava com o coração e sim com o hipotálamo. Eu buscava as tempestades e os arroubos de paixão, as declarações viscerais, os soluços. Um amor calmo não me atraía, um amor calmo não era amor, eu só acreditava em declarações gritadas de madrugada, em chamadas telefônicas desesperadas, em confissões de ciúmes infundados, em promessas desvairadas ditas aos prantos ou aos gemidos.
E... quando os níveis de dopamina, feniletilamina e ocitocina baixavam eu ia procurar outro corpo-hospedeiro. E se terminou é porque não era amor e eu queria amar pra sempre, simples assim.

Depois eu julguei que aprendi,

Ledo engano
Absorvi as mentiras que me contavam, de que o amor vinha com o tempo e com a convivência, que basta desenvolver um limite de tolerância para que as saliências e reentrâncias se completassem, que é melhor estar para sempre com quem já conhecemos já que os defeitos serão cada dia mais fáceis de lidar e o nível de intimidade nos dará conforto.
Essa foi uma definição pobre de amor, e que acreditei por muitos anos. Fiquei na minha zona de conforto, no meu casulo aquecido, era bom me sentir amada e protegida, era bom não me assustar com as tempestades porque ele nunca largaria minha mão. Era tão bom ter um ombro. Pra que amar? Amar era perigoso! Comprei a definição de Houaiss:
"sentimento, gosto ou amor intensos a ponto de ofuscar a razão. Inclinação emocional violenta, capaz de dominar completamente a conduta humana e afastá-la da desejável capacidade de autonomia e escolha racional".

Que tal é estar apaixonado, segundo a definição acima?
(...) A paixão é tão intensa quanto passageira.
A paixão, quando surge, derruba muitas árvores do "bem", que foram plantadas ao longo de nossas vidas... por isso ela é devastadora. Por isso eu fugia desse sentimento.
Desviei minha vida para outros focos, racionalizei meus sentimentos, fugi das borboletas no estômago e dos arroubos, e paguei o amor que ele me deu de uma forma mesquinha e medíocre: Paguei amor com respeito, amor com convivência, amor com tolerância, amor com amizade. Mas mantive minha casa de bonecas no quintal, não me entreguei, tinha minhas ressalvas e reservas.
Me satisfiz profissionalmente, culturalmente, tive outras alegrias e um dia ..... um dia abri os olhos e tive medo. Tive medo da zona de conforto e furei a bolha, quis o frio e as intempéries porque nada era mais importante naquele momento do que recuperar minha identidade.
Sobrevivi às minhas mazelas, identifiquei meus erros e acertos, limpei as gavetas, apenas os melhores amigos restaram após esse processo, apenas o que eu tinha de verdadeiro, e eu fui reconstruindo um mundo onde eu me sentisse em paz sozinha e consegui.
Já sei o que é ser amada até às vísceras
Já amei intensamente e tenho orgulho disso
Mas não vou me dar de graça, não foi fácil ser o que sou, em alternar sentimentos contraditórios no meu coração e me sentir fortalecida por tudo de bom e de mal, sem exceções.
Mas não quero mais provocar isso nas pessoas impunemente, não quero forçar frases de efeito, movimentos calculados e trejeitos certeiros que me trariam cada vez homens apaixonados não por mim, mas pelo disfarce que eu criei, pelo mimetismo que eu conheço bem. Vou deixar isso para os ambientes corporativos, onde disfarces desse tipo são adotados e até exigidos.
Não vou ser hipócrita com minha vida.
Quero que me amem pelo que sou, de cara lavada, de pijama as 2 da manhã, de pantufa de vaquinha ou de salto 7, falando besteiras sem me preocupar com um script ensaiado, de manhã quando acordo sem maquiagem e depois com cheiro de creme e pasta de dente, quero amar pelo simples, sem racionalizar, sem cronometrar, sem milimetrar, e sem me preocupar com extravagâncias emocionais, quero amar uma barba mal feita, o barulho de uma risada, um gesto meio infantil, uma camisa amarrotada.
Estou bem..... absolutamente e absurdamente bem! Não tenho grandes ansiedades à respeito do amor.
Paguei o preço, foi caro, mas ter hoje essa consciência é algo de valor incalculável.


Postado por Eu mesma às 11:02 AM

Quarta-feira, Maio 24, 2006




Ele disse que sente falta do ruído dos meus saltos
Ele disse que, só de ouvir a minha voz ele já fica tranqüilo e que, se as vezes ainda liga é pra pelo menos me ouvir
E pediu desculpas por me amar e por não conseguir lidar com a situação
(...)
Quantas pessoas eu ainda vou machucar?
O ex-noivo, o ex-namorado? O melhor amigo que teve a infeliz idéia de se apaixonar por mim? Os fantasmas que voltam depois de anos porque acham que eu estou sozinha e, quem sabe... disponível? Não sei se algum dia eu estive disponível, eu sempre tive essas reservas sentimentais que só permitiam a aproximação até certo ponto.
Quando eu vou baixar a guarda? Romper a couraça?
Hoje eu acordei pensando que talvez esteja finalmente acontecendo e tive medo, muito medo. Tive vontade de pedir perdão pra todo mundo que eu machuquei. Machuquei sem querer, machuquei porque os sentimentos não foram sincronizados, machuquei sem intenção de machucar.
Agora tenho medo porque tenho pensado em alguém mais do que devia pensar. Medo que de ele perceba, medo que as pessoas à minha volta notem que a expressão do meu rosto está diferente. Medo de não conseguir fingir indiferença.

Será que, se eu ficar bem quietinha ele não vai perceber que está tendo uma importância maior na minha vida do que foi programado, a princípio?

Hoje estou trabalhando muito
E pensando muito... e sentindo o cheiro dele nos lugares mais absurdos do meu dia.
E ouvindo música.

Letra original e a tradução de:
Daniel Powter - Bad Day
Where is the moment we needed the most
Onde está o momento quando você precisa tanto
You kick up the leaves and the magic is lost
Você força a criar e a mágica é perdida
They tell me your blue skies fade to grey
Dizem-me que seus céus azuis se desvanecem em cinza
They tell me your passion's gone away
Dizem-me que sua paixão foi embora
And I don't need no carryin' on
e eu não preciso saber de nada disso
You stand in the line just to hit a new low
Você está ?na linha? apenas diante da lei
You're faking a smile with the coffee to go
e você vai fingindo um sorriso andando com seu café
You tell me your life's been way off line
Você me diz que sua vida tem sido "off line"
You're falling to pieces everytime
você está se despedaçando a toda hora
And I don't need no carryin' on
e eu não preciso saber de nada disso
Cause you had a bad day
Porque você teve um dia ruim
You're taking one down
você está se colocando "pra baixo"
You sing a sad song just to turn it around
você canta uma canção apenas pra ficar girando
You say you don't know
Você diz que não sabe
You tell me don't lie
você não me conta mentiras
You work at a smile and you go for a ride
você trabalha sorrindo e vai a um passeio
You had a bad day
você teve um dia ruim
The camera don't lie
A câmera não mente
You're coming back down and you really don't mind
você está "pra baixo" e realmente não toma uma atitude
You had a bad day
você teve um dia ruim
You had a bad day
você teve um dia ruim
Well you need a blue sky holiday
Bem, você precisa de um feriado com um céu azul
The point is they laugh at what you say
O fato é eles rirem do que você diz
And I don't need no carryin' on
e eu não preciso saber de nada disso
You had a bad day
Você teve um dia ruim
You're taking one down
você está se colocando "pra baixo"
You sing a sad song just to turn it around
você canta uma canção apenas pra ficar girando
You say you don't know
Você diz que não sabe
You tell me don't lie
você não me conta mentiras
You work at a smile and you go for a ride
você trabalha sorrindo e vai a um passeio
You had a bad day
você teve um dia ruim
The camera don't lie
A câmera não mente
You're coming back down and you really don't mind
você está voltando "pra baixo" e realmente não toma uma atitude
You had a bad day
você teve um dia ruim
(Oh.. Holiday..)
(É... feriado...)
Sometimes the system goes on the brink
Às vezes o negócio está no pensamento
And the whole thing turns out wrong
E todas as coisas funcionam erradas
You might not make it back and you know
Você não pode fazê-lo voltar pra saber
That you could be well oh that strong
o que você poderia ter tido de bom
And I'm not wrong
e eu não ser o seu erro
So where is the passion when you need it the most
então, onde está a paixão quando você precisa tanto
Oh you and I
Você e eu
You kick up the leaves and the magic is lost
Você força a criar e a mágica é perdida
Cause you had a bad day
Porque você teve um dia ruim
You're taking one down
você está se colocando "pra baixo"
You sing a sad song just to turn it around
você canta uma canção apenas pra ficar girando
You say you don't know
Você diz que não sabe
You tell me don't lie
você não me conta mentiras
You work at a smile and you go for a ride
você trabalha sorrindo e vai a um passeio
You had a bad day
você teve um dia ruim
You've seen what you like
você vê o que gosta
And how does it feel for one more time
e como se sente por uma mais vez
You had a bad day
você teve um dia ruim
You had a bad day
você teve um dia ruim
Had a bad day (5x)
Teve um dia ruim


....................................................................................


Postado por Eu mesma às 9:16 AM

Segunda-feira, Maio 22, 2006




Eu prometi que faria um post especialmente pra você e estou fazendo, portanto já cumpri minha parte do trato, agora você vai cumprir a sua e parar de ler meu blog tá bom? Vc prometeu que vai ser a última vez tá lembrada mocinha? Fiquei assustada de vc ter lido o blog anterior, na verdade eu nem sabia que ainda estava no ar, eu que sei com 13 anos a gente pensa que sabe tudo, eu também pensava quando eu tinha sua idade, mas ali tinha conteúdo inapropriado, se vc quiser saber alguma coisa me pergunte, vamos sair juntas e ter uma "Conversa só de mulheres OK?".

Já sei que seu pai é inocente e ele não é o "mandante" dessa aproximação, até já pedi desculpas pra ele, juro! E também já te disse que não acho ele feio, sei de todas as qualidades que vc mencionou, mas essas coisas de homem e mulher são mais complicadas do que talvez pareçam pra vc agora. Vc também precisa entender que, embora eu tenha idade pra ser sua mãe (se eu tivesse sido uma mãe adolescente, que fique bem claro hehehehe) não significa que eu tenha que ser, ou seja, podemos ser amigas sem pôr seu pai no pacote??? Tenho certeza de que seu pai vai encontrar alguém bem legal, e vc não vai sabotar né? A vida pessoal do seu pai não tem nada haver com nossa amizade. Vamos ser sempre boas amigas.Posso não ir às reuniões da escola, mas podemos conversar sempre que vc quiser, podemos ir ao cinema e eu te levo pra escolher suas roupas quando vc precisar. Também podemos continuar com nossas "Conversas só de Mulheres" e eu já prometi que vou com vc naquela consulta que vc tem medo. Eu também tive medo quando foi minha primeira consulta desse tipo.


E sobre a nossa última conversa.... vc não precisa de preocupar em atualizar seus conhecimentos mais tarde, os homens vão continuar iguais, não vão mudar nada quando chegarem a serem adultos. Aliás, a única diferença entre um menino e um homem adulto é o preço dos brinquedos deles hehehehe. Nós também amadurecemos mais cedo, e continuamos cuidando deles, desde que nascem, até quando ficam mais velhos. Não é vc quem cuida do seu pai? Então, eles são dependentes, o único segredo é vc sempre deixar que eles acreditem que estão no comando entendeu?
Pode me ligar sempre que quiser. E cumpra sua parte tá?


Postado por Eu mesma às 10:58 AM

Sexta-feira, Maio 12, 2006


Estou cansada, fragilizada.... triste.
Não agüento mais essa sucessão de problemas, essa dor aguda, quero tirar a fantasia de Mulher Maravilha, quero que parem de se apoiar em mim e que me dêem colo porque eu estou precisando também, talvez mais do que todo mundo. Quando o problema é de ordem prática é muito fácil de resolver, relaxa que ela está por perto, ela cuida de tudo, ela tira cartas da manga que ninguém conhece. Se eu fosse uma presidiária eu seria aquela que as outras iam encomendar sabonetes, revistas e outras coisas de acesso difíl no presídio. Mas agora o problema é emocional, é com minha família e eu desconheço a mágica, não sei o que fazer, e nunca tive o direito de não saber o que fazer.... Estou cansada de ser forte, quero ter o direito de chorar também, de pedir socorro, de não ser tão auto-suficiente assim.
Tá doendo, droga!


Postado por Eu mesma às 10:18 AM

Quinta-feira, Maio 11, 2006


Amor, Meu Grande Amor

Amor, meu grande amor, não chegue na hora marcada
Assim como as canções, como as paixões e as palavras
Me veja nos seus olhos, na sua cara lavada
Me venha sem saber se sou fogo ou se sou água
Amor, meu grande amor, me chegue assim bem de repente
Sem nome ou sobrenome, sem sentir o que não sente

Que tudo o que ofereço é meu calor, meu endereço
A vida do teu filho desde o fim até o começo

Amor, meu grande amor, só dure o tempo que mereça
E quando me quiser que seja de qualquer maneira
Enquanto me tiver que eu seja a última e a primeira
E quando eu te encontrar, meu grande amor, me reconheça

[Barão Vermelho]


Postado por Eu mesma às 9:50 PM

Quarta-feira, Maio 10, 2006


Tus besos saben tan amargos
cuando te ensucias los labios
Con mentiras otra vez


Postado por Eu mesma às 10:00 PM

Sábado, Maio 06, 2006



OS FATOS E OS PERSONAGENS SÃO TODOS FICCIONAIS. QUALQUER SEMELHANÇA COM FATOS OU PESSOAS REAIS TERÁ SIDO MERA COINCIDÊNCIA, ALÉM DE UMA DESORGANIZAÇÃO MENTAL DA AUTORA.

Estou aqui, de roupão trabalhando em casa. Buscando uma tábua de salvação, buscando me fixar em tudo o que de lógico há na minha vida, as coisas certas, os resultados prováveis, as metas alcansáveis e seguras, o solo firme debaixo dos meus pés, ou seja, tudo o que você não representa.
Por que será que você chegou na minha vida? Por que estou pensando em você agora? Saia daqui seu intruso, me deixe em paz! Por que você veio, pra me mostrar que tudo o que eu julgava certo estava errado? Eu já estava tão acostumada a cuidar de tudo sozinha, a ser auto-suficente, a ter orgulho da minha independência, do meu apartamento, da minha forma de lidar com os problemas e com as pessoas, dos meus amigos e de todos os homens fúteis que me cortejavam e mexiam com minha vaidade....
Agora, eis-me aqui... pensando em você outra vez e confusa com meu coração. Você passou pelos labirintos e alçapões, você escalou o muro sem que eu me desse conta e agora estou pensando em você mais do que deveria. Estou revoltada, não, eu não preciso de ninguém, eu não vou baixar a guarda, vou fechar as janelas do apartamento pra teu cheiro não entrar. Não, eu não preciso de você, não foi com você que eu sonhei a noite passada, eu me basto pra mim! Ou bastava até então...


Postado por Eu mesma às 3:17 PM

Quinta-feira, Maio 04, 2006

Passei o final de semana, e o feriado, de pijama em casa. Está certo que aproveitei para acertar minhas coisas, arrumar minhas gavetas, botar a correspondência em dia, mas acho que ter feito a cirurgia dentária na sexta feira foi uma péssima idéia.
A Márcia e a mãe dela vieram me ver, a Vanessa ficou p. da cara comigo porque eu tinha marcado de sair e desmarquei em cima da hora. Fiquei com medo de ter uma hemorragia na gengiva, comi pizza sozinha, assisti vários DVDs sozinha, meus amigos me ligaram e eu só dizia "Não, não posso, obrigada".
O que me salvou foi o messenger, e o sábado de manhã em que fui no salão fazer unhas, cabelo, sobrancelhas e botar as fofocas em dia. Depois voltei pra minha toca, terminei mais um livro, fiquei arrastando o cobertor pelo apartamento e nem dormir eu conseguia mais. QUE TÉDIO!!!! Tenho um amigo apaixonado por mim e fiquei me esquivando, a presença dele era a única que eu não queria. Voltei pra debaixo do edredom, cobri a cabeça.... que droga de feriado.
O próximo final de semana será aproveitado devidamente, eu prometo!!!!!


Postado por Eu mesma às 4:07 PM

Terça-feira, Maio 02, 2006

A Jana me inspirou.... fiz minha lista também, só que me empolguei e pensei que não ia mais parar!!
121 coisas sobre mim

1. Acredito em destino, mas acredito mais no livre arbítrio e acredito em mim;
2. Esmaltes, só se for renda ou tons de vermelho escuro;
3. Nunca fumei;
4. Bebo ocasionalmente mas só cock-tails, licores e bebidas doces, meu gosto para vinhos faria qualquer enólogo ter convulsões;
5. Sou independente, moro sozinha, pago minhas contas, faço planos e controlo meu dinheiro;
6. Fiz Administração de Empresas com pós graduação em Adm. De Pessoas pela UFPR, também fiz muitos cursos, estou sempre estudando, me atualizando, sempre gostei de trabalhar com pessoas, mas em TODOS os meus empregos sempre acabam me jogando pra área financeira e sei que isso eu faço muito bem, acho que represento segurança aos meus superiores nesse sentido, mas ainda gostaria de trabalhar mais com pessoas e menos com processos;
7. Sou toda saudável, meu sangue é A- , faço exames com regularidade e tenho quase o dobro de plaquetas de uma pessoa comum;
8. Sou doadora de sangue, de plaquetas, órgãos, tecidos e qualquer coisa que interessem depois que eu morrer, podem cortar à passarinho que eu não me importo,
9. Gosto de todo tipo de música, até brega, mas adoro Nando Reis, Ana Carolina e Aretha Franklin;
10. Quer me fazer feliz? Me faça surpresas;
11. Todos os meus namorados tinham ciúmes dos meus amigos, tenho muitos amigos e eles me ligam pra pedir conselhos;
12. Sempre disse aos meus namorados: "Se não confia em mim, não ande comigo";
13. Namorei pouco na verdade, meus relacionamentos foram poucos e longos;
14. Fui pedida em casamento 4 vezes, sendo 2 nesse ano, fui noiva uma vez e continuo solteira porque acho que a pessoa certa ainda não chegou, ou eu ainda não identifiquei;
16. Um namorado me conquistou porque a cada vez que a gente brigava ele me dava um cachorro, (descobriu meu ponto fraco) tive basset hound, husky Siberiano, boxer, 3 filas e dobermann, todos que ele me deu, ele também puxava o saco da minha mãe o que acabou criando um laço entre a gente, até hoje morro de saudade de um fila que ficou com ele;
17. Adoro crianças, mas acho que são preciosas demais para virem ao mundo em um momento de desatino, sou a favor do controle de natalidade;
18. Ainda quero ter uma família perfeita, com cachorro, quintal, marido e crianças pela casa, mas não tenho nem idéia de quando isso vai acontecer porque vou ter que sair da defensiva;
19. Já pensaram que eu fosse lésbica porque nunca me viam com ninguém;
20. Respeito as escolhas de cada um, mas nunca me senti atraída por mulher;
21. Não preciso de um homem como provedor, mas faço questão de que seja companheiro;
22. Tomo dois banhos por dia (às vezes até mais), uso um monte de cremes e óleos de banho e depilação pra mim é como um ato de higiene, odeio pêlos em meu corpo e extermino quase tudo!
23. Uso o mesmo perfume desde que tinha 17 anos;
24. Tenho o mesmo peso de quando era adolescente, com a vantagem de que tenho cintura, coxas e seios!!!!;
25. Minhas partes preferidas do meu corpo são os olhos e a cintura;
26. Amo homens que me façam rir, acho o bom humor algo extremamente sexy;
27. Freqüento academia com freqüência, mas prefiro os exercícios de musculação porque gosto de ter o corpo definido (sem exageros)
28. Tenho orgulho do meu corpo, mas, admiro mesmo é minha capacidade de raciocínio e meu jogo de cintura, é isso que me tira do sufoco hehehehe
29. Me alimento muito bem, gosto de frutas, verduras e leite de soja. Quase tudo na minha geladeira é light, integral ou tem fibras, mas eu não vivo de dieta.
30. Tenho 3 irmãos e uma irmã;
31. Sou meio estressada e maníaca em meu trabalho, mas costumo me divertir muito durante o expediente; dou risada, falo sozinha e gosto de soluções práticas,
32. Tenho verdadeira paixão por sapatos;
33. Não faço compras por impulso, as vezes namoro um objeto de desejo por meses até comprar, normalmente pelo melhor preço;
34. Me dou o direito de cometer 3 desatinos ao ano, às vezes eu extrapolo essa marca;
35. Não gosto de altura, velocidade e profundidade;
36. Meu pai me faz imensa falta;
37. Tive crise do pânico e estou sob-controle;
38. Fiz terapia durante 3 anos;
39. Fiz acupuntura;
40. Meu relacionamento com minha mãe já foi conturbado, mas sou fascinada por ela;
41. Sou kardecista;
42. Amo meu nome;
43. Não gosto de futebol;
44. Odeio água salgada, evito praia;
45. Sou friorenta;
46. Uso fitro solar porque sou branquinha;
47. Adoro escrever poesias;
48. Amo dançar, apesar de não saber tanto quanto eu gostaria;
49. Não tenho carteira de habilitação, mas vou ter esse ano;
50. Não sei nadar;
51. Tenho memória excelente;
52. Minha capacidade de verbalização e dicção é invejável;
53. Fico verborrágica quando estou nervosa ou feliz;
54. Calço 36; às vezes compro maior quando são scarpins ou chanel
55. Prefiro as verdades, mesmo que doam;
56. Gosto de tocar nas pessoas que eu gosto, e nem sempre tem conotação sexual;
57. Sou extremamente sensível, mas não deixo que ninguém me veja chorar;
58. Adoro lingeries;
59. Adoro fazer e receber massagens;
60. Adoro Petit Gateau com calda de chocolate quente;
61. Adoro desenho animado;
62. Tenho duas tatuagens: três borboletinhas no ombro direto e uma fadinha no lado esquerdo da cintura. São lugares discretos e quase ninguém sabe que eu tenho;
63. Amo sapatos de salto alto, a mulher fica em um pedestal;
64. Sou amiga pra todas as horas, até que vc me decepcione;
65. Sou nervosa e às vezes perco o controle (mas nunca em público, aí implodo em vez de explodir)
66. Sou extremamente doce quando estou apaixonada, quase uma gueixa;
67. Gravo números com facilidade;
68. Odeio exatas;
69. Já cursei publicidade, mas só um mês;
70. O español é meu segundo idioma, mas ainda tenho que voltar a fazer inglês, escolhi español por paixão;
71. Sou geminiana, com ascendente em aquário;
72. No horóspoco chinês, sou gato ou coelho;
73. Já fiz meu mapa astral;
74. Odeio palavrão;
75. Costumo revidar ofensas, ainda que não faça imediatamente;
76. Adoro dar presentes e fazer surpersas;
78. Quer me conquistar? Fondue e vinho;
79. Não gosto muito de baladas, seleciono muito antes de decidir sair;
80. Sou romântica, apesar de quase nunca admitir isso;
81. Sou carente, mas tenho postura auto-suficiente;
82. Prefiro escrever à falar meus sentimentos
83. Leio de tudo, de caixas de cereal à bulas de remédio;
84. Sou uma negação em qualquer esporte;
85. Não ligo muito pra opinião alheia;
86. Gosto de homens que não tem medo de se expor;
87. Não tenho grandes apegos, descarto com facilidade tudo o que não serve mais;
88. Mesmo brava eu não baixo o nível de uma discussão, nem esqueço meus sentimentos,
89. Homem protetor me derruba .... eu sempre cuidei de mim mesma sozinha e acho irresistível quando tomam à frente;
90. Sou teimosa, mas sei ceder e pedir desculpas;
91. Odeio preconceito;
92. Nunca fraturei nada, mas já fiz várias cirurgias;
93. Sou desastrada;
94. Não me sinto diminuída ao dizer que amo alguém;
95. Odeio joguinhos sentimentais, prefiro viver de cara limpa;
96. Girassóis e tulipas são minhas flores preferidas;
97. Sempre acho que tem algo por trás do que estão me dizendo;
98. Odeio que mintam pra mim,
99. Raramente minto, e sempre por uma boa causa;
100. Sou leal às pessoas e aos meus princípios;
101. Já recusei emprego por um excelente salário por não acreditar nos objetivos-fim da empresa;
102. Amo comida japonesa,
103. Meu prato predileto é Hot Philadelphia;
104. Sou apaixonada por croissant de chocolate;
105. Sou ciumenta mas espero que a outra pessoa tenha postura;
106. Tem dias que queria sumir; então me enclausuro e não quero falar com ninguém;
107. Tenho ótima visão e capacidade de discernimento;
108. Amo cachorros de todas as raças;
109. Palavras machucam mais que tapas;
110. Sei ser cruel, quando quero;
111. Odeio serviços domésticos, mas tem dias que me baixa a "Maria";
112. Às vezes sou superficial e indiferente;
113. Se é pra ir, tem que ser até o fim;
114. Já me acusaram de ser egoísta, mas eu não acredito nisso
115. Já acordo ligada no 220, sou um fio desencapado
116. Preciso estar envolvida para baixar minha guarda e permitir a aproximação de alguém;
117. Amo minha família;
118. As mães dos meus namorados sempre foram apaixonadas por mim,
119. Minhas amigas mais velhas sempre queriam que eu conhecesse os filhos delas da minha faixa de idade hehehehehehe
120. Não deixo de tentar ser um ser humano cada vez melhor
121. Acredito em felicidade e não vou desistir! Mas não sou de ficar parada esperando!


Postado por Eu mesma às 11:26 AM